Resultados encontrados: HANS CHRISTIAN ANDERSEN

CINCO NA MESMA VAGEM

Postado por e arquivado em , .

Numa vagem estavam cinco ervilhas. Estavam ainda verdes, e verde era também a vagem; por esta razão acreditavam que o mundo era verde; – que o leitor se considere na posição das ervilhas, e facilmente perceberia esta ilusão. Cresceu a vagem, cresciam as ervilhas, tendo sempre o cuidado de se conservarem bem alinhadas e nas […]

DANÇA, DANÇA, BONEQUINHA

Postado por e arquivado em , .

– Oh, isso não passa de uma cantiguinha idiota para criancinhas pequeninas – declarou a tia Malle. – Por muito boa vontade que tenha, não vejo qualquer significado nessa ‘Dança, dança, bonequinha’. É uma palermice, um disparate! Mas a pequena Amália via grande significado na cantiga. Ela tinha só três anos, mas já sabia brincar […]

FIRME SOLDADO DE CHUMBO, O

Postado por e arquivado em , .

Era uma vez vinte e cinco soldados de chumbo, todos irmãos porque tinham sido feitos da mesma colher de cozinha. Apoiavam suas armas nos ombros e olhavam em frente, muito elegantes em seus uniformes encarnados e azuis. – Soldados de chumbo! – foi a primeira coisa que ouviram neste mundo, quando levantaram a tampa da […]

PATINHO FEIO, O

Postado por e arquivado em , .

O clima estava muito agradável no campo. O ar recendia a verão; o milho estava amarelo e a aveia estava pronta para ser ceifada. As medas de feno nos prados pareciam pequenas colinas de erva e a cegonha passeava por cima delas com as suas longas pernas vermelhas. Em volta dos campos havia bosques e […]

PEQUENA VENDEDORA DE FÓSFOROS, A

Postado por e arquivado em , .

Era véspera de Natal. Fazia um frio intenso; já estava escurecendo e caía neve. Mas a despeito de todo o frio, e da neve, e da noite, que caía rapidamente, uma criança, uma menina descalça e de cabeça descoberta, vagava pelas ruas. Ela estava calçada quando saiu de casa, mas os chinelos eram muito grandes, […]

POLEGARZINHA, A

Postado por e arquivado em , .

Era uma vez uma mulher que queria ter um filho muito pequenino, mas não sabia como havia de fazer para encontrar um. Então, foi ter com uma velha bruxa e disse-lhe: – Gostava tanto de ter um filho pequenino! Não sabes dizer-me onde posso arranjar um? – Oh, isso não é difícil – disse a […]

ROUPA NOVA DO IMPERADOR, A

Postado por e arquivado em , .

Há muitos e muitos anos havia um Imperador tão apaixonado pelas roupas novas que gastava com elas todo o dinheiro que possuía. Pouco se incomodava com seus soldados, com o teatro ou com os passeios pelos bosques, contanto que pudesse vestir seus trajes. Tinha um para cada hora do dia, e, ao invés de se […]