Resultados encontrados: RÉPTEIS

A1

COBRA – Boca grande e gulosa

Postado por e arquivado em , .

Os répteis, em sua maioria, são carnívoros, alimentando-se de vários tipos de animais menores para se manterem vivos. Em decorrência disso, eles desenvolveram não apenas instintos altamente oportunistas e predadores, mas também reflexos incríveis que os ajudam a caçar e capturar presas com movimentos rápidos. Lagartos, tartarugas, crocodilos e muitas cobras pegam a comida com […]

A1

COBRA – Dentes e veneno

Postado por e arquivado em , .

Existem cobras venenosas (o veneno é produzido por uma glândula situada um pouco acima do maxilar superior) e não venenosas, que para caçar dependem exclusivamente de sua agilidade e força muscular. Os dentes são de pouca utilidade, pois caem facilmente (sendo, depois, substituídos) e possuem pequena capacidade de agarrar, apanhar ou segurar. Considerando essas armas, […]

A1

COBRA – Jeito diferente de cheirar

Postado por e arquivado em , .

A capacidade sensitiva dos animais varia de espécie para espécie. Nos mamíferos, os sentidos de olfato e paladar são separados, como nos seres humanos, por exemplo, que reconhecem sem dificuldade os diferentes odores que possam estar espalhados pelo ar, mas só conseguem diferenciar o sal do açúcar através do paladar. Em outras criaturas a percepção […]

CANINANA 1

COBRA CANINANA

Postado por e arquivado em , .

A cobra caninana, cujo nome científico é Spilotes pullatus, pertence á família dos Colubrídeos, grupo que reúne espécies de répteis escamados dos quais a maioria – inclusive ela – é desprovida de glândulas de veneno. Encontrada nas Américas do Sul e Central e conhecida também por vários outros nomes (cainana, arabóia, papa-ovo e papa-pinto, por […]

A1

COBRA CASCAVEL

Postado por e arquivado em , .

Das cobras venenosas encontradas no Brasil, são as corais que têm o veneno mais letal, mas apesar disso provocam apenas 1% dos acidentes ofídicos. A liderança nessa estatística macabra pertence às jararacas (80% dos casos de picadas), porém cabe às cascáveis, que não são agressivas porque costumam fugir quando percebidas, a liderança entre as maiores […]

COBRA DE VIDRO 1

COBRA DE VIDRO

Postado por e arquivado em , .

Apesar do corpo longo e cilíndrico que possui, além do nome popular que lhe foi dado, a cobra-de-vidro é de fato um lagarto sem patas (não possui as anteriores, e as posteriores não passam de pequenos cotos). Nativa da Europa, África e Ásia, seu nome deriva da extraordinária capacidade que tem de despedaçar o próprio […]

A1

COBRA PITON DA BIRMÂNIA

Postado por e arquivado em , .

A família Pythonidae, que reúne as cobras pítons, possui várias espécies, das quais as mais conhecidas são a piton real (P. regius); a píton reticulada (P. reticulatus); e a píton da Birmânia, ou burmesa (P. molurus). Todas elas são serpentes constritoras, ou seja, quando enroladas nos animais que caçam, fazem nos mesmos, com o seu […]

A1

COBRA SUCURI

Postado por e arquivado em , .

A sucuri pertence à família dos Boídeos, a mais primitiva desse grupo de serpentes, cujos fósseis indicam sua existência no período cretáceo há cerca de 146 milhões de anos. Até hoje elas apresentam vestígios das patas traseiras que seus ancestrais semelhantes a lagartos possuíam, e que na maioria das outras serpentes já desapareceu (dois pequenos […]

A1

CROCODILO-ANÃO-AFRICANO

Postado por e arquivado em , .

O crocodilo-anão, também conhecido como crocodilo-pigmeu africano, é um réptil pertencente à ordem dos Crocodilídeos, formada pelos crocodilos, jacarés, aligátores e gavialídeos. Os primeiros são da família Crocodilidae, que possui catorze espécies diferentes; os outros dois, da família Alligatoridae, que se divide em oito espécies, entre elas as dos gêneros Caiman e Paleosuchus, às quais […]

CROCODILO DE ÁGUA SALGADA 1

CROCODILO-DE-ÁGUA-SALGADA

Postado por e arquivado em , .

O crocodilo-de-água-salgada, também conhecido como crocodilo-marinho, ou crocodilo-poroso (Crocodylus porosus) é o maior réptil existente na atualidade, e pode ser extremamente perigoso para o homem. Sua distribuição estende-se pelos oceanos Índico e Pacífico, desde a costa leste da Índia à maior parte das ilhas da Indonésia, e da costa do Vietname até às Ilhas Salomão […]